VOCÊ ESTÁ NO EDITORIAL SÃO PAULO
BANNER 468X60
::.. LETRA DO SAMBA ::..
S. ROSAS DE OURO - CARNAVAL 1988
Enredo: Carvalho, Madeira de Lei (Paulo Machado de Carvalho)

ROSAS DE OURO
COMPOSITORES: VALDÊ CAMBALHOTA/ GIBA FRANJA

 

ENTRA NO AR A POESIA

LIGUE O RÁDIO E A TELEVISÃO

E VER PAULO MACHADO DE CARVALHO

O SÍMBOLO DA COMUNICAÇÃO

 

SE RECORDAR É VIVER

VAMOS REVIVER AGORA

VOU ATÉ TOCAR VIOLA

IMPROVISAR UM VERSO PRA VOCÊ

 

ALÔ, ALÔ

QUE COISA BELA

É VER ROSAS DE OURO

DE NOVO NA PASSARELA

 

QUEM NÃO SE LEMBRA

DOS ANTIGOS MUSICAIS

ROQUETE PINTO QUE SAUDADES SINTO

DA JOVEM GUARDA TEMPOS QUE NÃO VOLTAM MAIS

E O FUTEBOL (OLHA O GOL)

DE RAÇA E GOLEADA

PIONEIRO AMANTE DO CARNAVAL

NO ESTÁDIO MUNICIPAL

SUA LEGENDA ESTÁ GRAVADA

 

PRA FRENTE É QUE SE TOCA A BOLA

E A BOLA ROLA TRAZENDO EMOÇÃO

MOSTRANDO A GARRA BRASILEIRA

HONRANDO A BANDEIRA DE UM PAÍS TRI-CAMPEÃO.

 



HISTÓRIA ::..:: DADOS ::..:: CURIOSIDADES ::..:: CARNAVAIS
 
 
 

 


:: SASP - SOCIEDADE DOS AMANTES DO SAMBA PAULISTA ::

WWW.SASP.COM.BR | WWW.SANTOS.SASP.COM.BR
SASP - UMA ENTIDADE COM DIFERENCIAL !!


Copyright ©2000-2013 | Todos os Direitos Reservados